28 de abril de 2014

Pra matar o tédio.

Tem dias que o mundo parece andar a 2km por hora, né? A gente não tem ideia do que fazer ou tem muita preguiça pra levantar da cama e acaba procrastinando todos os afazeres para alguma outra hora.  Não é o ideal mas todo mundo, vez ou outra, tem um dia desses. Comigo eles acontecem com maior frequência e eu tenho uma ótima opção pra matar o tempo. Desde 2010 eu tenho escolhido passar o tempo vendo filmes, qualquer filme, as vezes é aquele que está passando e eu nunca vi. Algum que eu nunca tenha ouvido falar e até mesmo um que eu jamais assistiria por livre e espontânea vontade.

Em 2010 a coisa era mais complicada, a gente não tinha Netflix e eu necessariamente não fazia downloads de filmes. Então assistia tudo pela TV mesmo (obrigado rede Telecine e HBO). Bom, esta semana eu esbarrei em um site que acabou de ser lançado e se chama   Omive   (um anagrama da palavra Movie) onde podemos escolher o gênero do filme que queremos ver, a pontuação [e para os mais seletivos: os votos,  tempo de duração, ano, palavras-chave, diretores e atores] e ele também acha programas de TV. O legal é que o site faz a busca no IMDB, que eu acho que dispensa apresentações.


Nessa mesma pegada, existe também o   Netflix Roulette   que te dá a opção de escolher o gênero, a classificação, e se quer resultados contendo Filmes ou séries. Mas ao contrário do Omvie ele só te mostra um único resultado por busca.


E o mais popular de todos, o   Movies.io  , um site de busca que te dá informações de filmes e lugares onde assisti-lo se estes existirem. E ao abrir, ele sempre te indica um filme diferente que aparece como background da página. O sistema se utiliza da datasabe do TMDB.


Já conheciam? E ah, se vocês fazem algo diferente nesses dias de tédio... eu aceito sugestões! :P

17 de abril de 2014

Jasper e Zoey: um cachorro adotado e seu menininho.






Sobre Zoey: 
Zoey é uma cadela adotada de Taiwan. Ela ama escalar, brincar de 'pegar' com seu esquilo de brinquedo, comer migalhas caídas no chão e o Jasper.

Sobre Jasper:
Jasper é um garotinho de 10 meses de idade metade chinês e metade coreano que vive em Los Angeles. Ele ama sair pra passear, comer panquecas, almôndegas, iogurte e cereal (as vezes todos juntos), e seus melhores amigos peludos chamados Zoey e Maeby.

A mãe desses dois é uma fotógrafa comercial que se especializou em animais, estilo de vida e celebridades com seus pets. Quando não está editando fotos enquanto Jasper tira uma soneca, ela gosta de cuidar do jardim e assistir à Real Housewives of Beverly Hills.

Veja mais do Jasper e Zoey no instagram: @thegracechon #zoeyeandjasper

21 de fevereiro de 2014

36 Pedaços Pra Cantar Hey Jude

Para qualquer um que me conheça ou acidentalmente entre no meu quarto, não vai ser surpresa que eu sou fã do The Beatles e quando chegarmos à minha biblioteca do iTunes, o shuffle vai tocar uma canção deles (é inevitável). Muito provavelmente, o também admirador do The Beatles, Stefano Agabio, um diretor de arte/designer de comunicação que mora em Milão dividiu a música Hey Jude em trinta e seis posters ao "experimentar com tipografia e marcadores Pantone" que foram então impressos em papel 300gsm, medindo 17x12cm cada.



31 de janeiro de 2014

Imagine Finding Me - (fotografia viajando pelo tempo)

“If, 
again
I have a chance to meet, 
there is so much I want to ask
and so much I want to tell”

Este é um projeto bem nostálgico criado pela fotógrafa japonesa Chino Otsuka, que atualmente reside em Londres. Vocês já se imaginaram encontrando vocês mesmos quando crianças ou pré-adolescentes? Seria legal, né? Eu, pessoalmente, acho que não saberia o que falar (a gente pode imaginar todas as consequências de mexer com a linha temporal, sabedoria vinda de infinitos filmes de ficção científica/drama).

A fotógrafa reuniu várias fotos suas de quando era mais nova e se inseriu nelas, mas a manipulação é tão boa que estou criando uma teoria bem sólida de que ela, de fato, consegue viajar no tempo. Vai que ela tem uma TARDIS e ninguém sabe? As fotos são recheadas de um desejo e saudade de tempos mais simples que nos tocam profundamente.

1979 & 2006 (Japão)



1982 & 2005 (França)


14 de janeiro de 2014

Transfer




Transfer é uma linda série criada pelo fotógrafo Kevin Corrado que usa uma mistura de fotografia, tinta à oleo e manipulação digital para retratar a forte conexão entre cenários comuns e suas respectivas cores.

E o cara manda bem em todas as outras fotografias também (como essas aqui embaixo), vale a pena olhar a galeria dele!



21 de dezembro de 2013

Case de celular personalizada

Esse é um DIY, ou quase isso, já que na verdade não ensino e sim mostro o resultado de um. A ideia consiste em achar uma maneira mais econômica de ter várias cases (ou capinhas, como você preferir) diferentes sem gastar muita grana, porque quem compra naquelas lojas ou quiosques de shopping sabe que o preço varia entre 50~90 reais.


E sites especializados em personalizar capas geralmente cobram entre 70~150 reais + frete pra te entregar uma capa feita por você mesmo, o que é legal mas nem sempre a gente está com essa grana toda disponível, né?